Abigai

Outubro 25 2009
 
 
Comprei este livro em Novembro de 2006, em vésperas de ser internada para uma cirurgia.
Li-o no hospital. Lembro-me que gostei, mas passados perto de 3 anos, confesso que não tinha qualquer recordação da história. Reli-o muito recentemente e confesso que fiquei extremamente surpreendida por não me lembrar de um livro do qual gostei tanto.
  
Sinopse
Ano 2021.
Há um quarto de século que não nascem crianças. Os idosos são levados ao desespero e ao suicídio, e a última geração de jovens é bela, mas violenta e cruel. As pessoas de meia-idade tentam manter a normalidade sob o poder absoluto de Xan Lyppiatt, o carismático ditador e Guardião de Inglaterra.
Theo Faron é historiador e primo do Guardião. Vive uma vida solitária e sombria até que conhece uma jovem, membro de um pequeno grupo que procura desafiar o regime do Guardião.
Então a vida de Theo altera-se dramaticamente e ele irá viver horrores inimagináveis para proteger essa mulher e lutar contra o poder vigente.

A adaptação cinematográfica da obra de P. D. James levada a cabo pelo realizador mexicano Alfonso Cuarón, conta nos principais papéis com Clive Owen, Julianne Moore e Michael Cane.

  

Mais do que uma obra literária e do que um romance, este livro leva-nos a refletir sobre a vida e o que nos move.

O que seria do ser humano sem perspectivas de futuro, sem perpetuação da espécie?

Como reagiríamos se soubessemos que depois de nós nada virá?

Se temos ambição, se fazemos planos, não será apenas para deixar algo a quem nos sobreviver?

 

Depois desta segunda leitura, senti uma grande curiosidade em ver a adaptação cinematográfica da obra.

Apesar de preferir sempre os livros aos filmes, nunca nenhum me desiludiu tanto quanto este. Esperava melhor. O filme é simplesmente um tédio, e vários aspectos do livro foram alterados.

publicado por Abigai às 14:57
Tags:

Outubro 24 2009

Confesso-me totalmente leiga no assunto.

Iniciar um blog?

Para quê?

Porquê?

O que dizer?

Tenho por hábito visitar alguns, por vezes fazer comentários, rir ou chorar com certas ideias ou comentários, sentir-me tocada ou chocada com algumas opiniões.

Mas daí a resolver escrever vai um grande passo.

Questiono-me se estarei à altura de alguns blog que visito, se terei conteúdo a apresentar ou temas a discutir.

Provavelmente o futuro o dirá...

 

Sou mãe de um menino, o Gabriel, de 9 anos com muitas dificuldades de aprendizagem, défice de atenção com hiperactividade e dislexia, sou uma pessoa de princípios e uma apaixonada por livros, o que de resto me trouxe aqui.

 

A convite do Clube de Leitura e para nele me registar, acabei por criar este blog. Conto participar no Clube de Leitura mais do que neste, talvez por ainda não ter encontrado um rumo para algo totalmente novo para mim.

 

Até breve

publicado por Abigai às 12:16
Tags: , ,

Porque foi a primeira palavra do meu filho, e de nada querer dizer, diz-me muito...
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

26
27
28
29
30
31


Posts mais comentados
Visitas
pesquisar
 
Facebook
Portal dos Sites
subscrever feeds
blogs SAPO