Abigai

Agosto 26 2011

 

Vida

s.f.
1. O período de tempo que decorre desde o nascimento até à morte dos seres.
2. Modo de viver.
3. Comportamento.
4. Alimentação e necessidade de vida.
5. Ocupação, profissão, carreira.
6. Princípio de existência, de força, de entusiasmo, de actividade (diz-se das pessoas e das coisas).
7. Fundamento, essência; causa, origem.
8. Biografia.
in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.
 
Quantas definições para uma única palavra....
Mas não terá também um significado diferente para cada um de nós?
O que é a vida? O período que decorre desde o nascimento até à morte dos seres? Obviamente que sim, mas será apenas isso?
Todos temos valores diferentes. O que consideramos importante ou fundamental irá com certeza influenciar a nossa visão da vida e das coisas, a nossa perspectiva perante a vida e por conseguinte, o seu significado.
Viver não é apenas existir, é também o reflexo das nossas vivências, experiências, objectivos ou ambições. Ao longo da nossa vida - existência -, vamos experimentando acontecimentos, conhecimentos, alegrias e desgostos, vivências que reflectir-se-ão inevitavelmente na imagem que temos da vida e do seu significado.
Recordo-me que há uns dez, doze anos atràs, a minha noção de vida e qualidade de vida era bem diferente da actual. Os meus objectivos de vida também eram muito diferentes. Nessa altura a progressão profissional tinha um impacto muito maior nas minhas decisões e até mesmo no planeamento da minha vida, tudo girava à volta dos meus objectivos profissionais, da minha paixão pelo trabalho.
Depois nasceu o G. e, embora desse ainda muita importância à minha carreira, tudo passou a ser decidido em função do que achava melhor para o G. Com as dificuldades que temos vindo a atravessar com o G., a situação voltou a alterar e a importância dada a determinados assuntos, as teorias educacional nas quais acreditava e algumas convicções até mesmo profundas, deixaram de fazer sentido. Comecei a ver a vida de forma muito diferente, talvez mais leve, mais vivida, com menos regras, mais rotinas mas também mais valor pelas coisas mais simples do dia-a-dia.
Mais tarde foi-me diagnosticada uma espondiloartropatia e o termo qualidade de vida passou a ter um significado novo para mim.
De facto, viver não é apenas existir. Precisamos sentir que a vida faz sentido. Percebi que além das frases feitas - mas verdadeiras -, de "a vida é curta", existem outras não menos importantes.
Victor Hugo disse "porque a vida passou antes que pudéssemos viver".
Porque viver é sentir, é ver e ouvir, é amar, conhecer, tocar e conviver. O bens materiais são importantes, mas em última análise, não são estes que irão deixar recordações ou saudades. Cada minuto, cada hora, cada dia devem ser aproveitados para viver, para tornar a vida apetecível, alegre e feliz. É tão mais fácil ser tolerante e pacífico do que tornar cada instante, cada palavra, cada acto num conflito.
Nestes últimos anos aprendi a ver a vida de um modo diferente, a ver em cada objecto, em cada gesto e em cada palavra um significado mais belo, mais harmonioso, mais generoso. Aprendi a saborear a vida, a valorizar os momentos, a apreciar uma boa conversa, um bom convívio. Não posso negar que continuo "agarrada" ao meu trabalho, também como forma de terapia, mas de uma forma mais agradável, mais apreciada também, mas sei agora que vida é muito para além das suas diversas definições.
 
Aprendi que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espectacular.
William Shakespeare
 
O que viveu mais não é aquele que viveu até uma idade avançada, mas aquele que mais sentiu na vida.
Jean Jacques Rousseau
 
 
publicado por Abigai às 14:07

Porque foi a primeira palavra do meu filho, e de nada querer dizer, diz-me muito...
mais sobre mim
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30
31


Posts mais comentados
Visitas
pesquisar
 
Facebook
Portal dos Sites
subscrever feeds
blogs SAPO