Abigai

Outubro 09 2010

Já não era sem tempo!

O telefone cá de casa já toca...

 

Mas a batalha foi longa e difícil, se bem que caricata.

E para comprovar que ter um blog até pode ter alguma utilidade, após o último post recebi um e-mail de um elemento da PT a oferecer a sua ajuda na resolução da avaria. Nada mau!

Não sei se por sua influência ou por ter apresentado formalmente uma reclamação na PT, o certo é que a partir dessa altura passei a ter um assistente da PT a ligar-me quase todos os dias a informar-me do andamento da assistência.

O andamento, é como quem diz, porque andar, não andava nada, mantinha-se tudo exactamente na mesma...

A única evolução visível foi que a senhora que recebia os meus telefonemas passou a poder estar sossegada em casa sem aturar os meus contactos: as chamadas deixaram de ser desviadas para casa dela e, ao ligar o meu número, passou-se a ouvir que não era possível estabelecer ligação.

A senhora ficou com o problema dela resolvido, eu não!

 

Até que no domingo passado recebi um e-mail do suporte sapo da PT a informar-me que a avaria estava ultrapassada.

Pois bem, não estava de todo, pelo contrário, precisamente desde domingo que quem ligava era informado que o número não estava atribuido!

Isto já mais parecia uma novela sem fim à vista! Furiosa, respondi ao e-mail referindo que a incompetência da PT de facto não tinha limites.

 

Estranhamente, na quarta-feira passada fui contactada desta vez por uma assistente da PT que também ela se referiu à avaria como resolvida.

Já não fui capaz de me conter. A desgraçada teve que ouvir tudo até o que eu não queria dizer, estava imparável e descarreguei em quem menos culpa tinha... mas enfim, ninguém é de ferro, certo?

Num espaço de uma hora, esta assistente ligou-me 3 vezes. Da primeira, ouviu ouviu ouviu... Da segunda ligou para me dizer que eu é que estava equivocada e que estava a marcar o número errado, ou seja, eu não sabia o meu próprio número e até tinha um documento assinado por mim com a atribuição desse outro número. Nesta altura, eu já fumegava: então isso queria dizer que há cerca de 2 anos andava a marcar o número errado e atendiam-me as pessoas certas! E quando ligava do fixo para o telemóvel o número identificado era o errado, não?

Grandes confusões que a PT arranja!

Felizmente a conversa foi telefónica porque no estado de nervos que me estavam a deixar, se tivesse alguém à minha frente, acha que não me iria conseguir segurar! A assistente deve ter achado que eu estava doida e muito educadamente desligou a chamada com a promessa de resolver esse imbróglio.

A terceira chamada foi certeira: afinal a avaria estava ultrapassada, não passava de um pequeno problema informático. Claro que desta vez não a deixei desligar sem ligar primeiro para casa e confirmar e não deixei de salientar que para um pequeno problema informático, mais de um mês foi demasiado tempo para o resolver!

 

Nesse dia, a minha mãe fartou-se de ouvir o telefone a tocar lá em casa, só da PT recebeu 4 chamadas para confirmar que estava a tocar na habitação correcta!

 

Pena foi ter tido que esperar um mês para ter este desfecho, afinal até era coisa simples....

 

publicado por Abigai às 21:38

Setembro 21 2010

Há já três semanas que ando às turras com a PT Comunicações.

Então passa-se o seguinte: consigo fazer chamadas do meu telefone fixo sem qualquer dificuldade mas não recebo chamadas.

Ao ligar para o meu número, atende outra pessoa, de outra casa, mas pelo menos, acertaram na freguesia que é a mesma!

Há três semanas que passo os dias a ligar para a assistência técnica, há três semana que ouço a mesma conversa e há três semanas que me dizem que o problema está resolvido!

Acontece que ontem a minha mãe - que vive comigo -, fazia 84 aninhos - linda idade, diga-se de passagem -, e vários familiares acabaram por ligar ou enviar SMS para o meu telemóvel, por não conseguir ligação.

Dizia-me a minha irmã: "atendeu-me uma senhora, mas não era a que queria!!!"

 

Pois bem, segunda a PT o meu telefone não tem qualquer reencaminhamento para outro número, nem qualquer problema. O certo é que ligo para casa e atende-me uma senhora muito simpática, com número diferente do meu - ao menos isso, pelo menos não atribuiram o mesmo número! -, que não tendo culpa de nada, farta-se de atender chamadas que não lhe são destinadas.

Qualquer dia mais vale dar-lhe uma central telefónica, pelo menos podia passar-nos as chamadas.

Falei com a senhora, forneceu-me o seu número de telefone, que também em casa dela não toca - deve ter o mesmo problema que eu -, e o nome.

Se eu consegui esta informação, como é possível a PT não saber?

Ou eu sou muito esperta ou realmente são muito passivos e pouco se interessam em resolver os problemas dos clientes.

 

Ontem, e numa derradeira tentativa de resolver a situação, dirigi-me pessoalmente à PT no Porto, solicitei uma assistência técnica urgente, e ainda pedi o Livro de Reclamações. E o sujeito que me atendeu ainda perguntou "mas quer mesmo o Livro de Reclamações?"

Pois, eu deve estar mesmo doida, para quê pedir o Livro de Reclamações, têm sido tão eficientes, tão prestáveis, até dão o caso como resolvido sem tão pouco contactar os interessados...

 

Agora vou ter que aguardar o prazo de 48 horas de que dispõem para a resolução da anomalia, e sinceramente, não vou esperar mais. Da próxima a queixa é directamente à ANACOM, se é que vai resolver alguma coisa.

Será que é assim tão complicado?

Estarei a pedir muito?

Só queria mesmo é poder receber as chamadas que me são destinadas sem prejudicar terceiros, será muito?

 

Continua no próximo episódio....

 

 

publicado por Abigai às 13:08

Porque foi a primeira palavra do meu filho, e de nada querer dizer, diz-me muito...
mais sobre mim
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


Posts mais comentados
3 comentários
Visitas
pesquisar
 
Facebook
Portal dos Sites
blogs SAPO